Arquivos da categoria: Ideia implementada

População implementa ideia do Desafio da Sustentabilidade

26/10/2015

O Desafio da Sustentabilidade promovido pelo Ministério da Educação através do PrêmioIdeia, reuniu, entre os meses de novembro de 2014 a fevereiro de 2015, mais de 18 mil ideias para redução do consumo de água e energia nas instituições federais de ensino de todo o país.

Com auxílio de especialistas de diversas áreas que avaliaram todas estas ideias, o Ministério da Educação elaborou e disponibilizou para todas as instituições uma coletânea com as melhores soluções (veja a coletânea), que já estão sendo implementadas.

Mas, não são apenas as universidades e institutos que estão colocando em prática as boas ideias recebidas pela plataforma, muitas pessoas adotaram novos hábitos de consumo em suas próprias casas, compartilharam com seus familiares e vizinhos, e estão reduzindo os custos de suas contas.

É o caso dos moradores de um condomínio da cidade de Serra-ES que implementaram a ideia “Colocar garrafas PET preenchidas com água ou areia dentro das caixas de descarga” enviada pelo participante João Carlos S. Barbosa (veja a ideia), e estão economizando mais de 4 mil reais por mês na conta de água. Veja a reportagem a seguir:

Ideia implementada

Esta iniciativa também foi adotada por pessoas de outras regiões do país, que além de economizarem em suas contas, estão contribuindo para a sustentabilidade.

Ideia implementada

Ideia implementada

E você, já implementou ou conhece alguém que tenha implementado alguma ideia do Desafio da Sustentabilidade? Conte para nós através do e-mail contato@premioideia.com e vamos divulgar aqui também.

Veja a base completa de ideias do Desafio da Sustentabilidade no endereço: premioideia.mec.gov.br

Plataforma PrêmioIdeia

O PrêmioIdeia é uma plataforma de software que objetiva impulsionar o desenvolvimento de inovações de alto impacto por meio da participação e competição de colaboradores, clientes e cidadãos. Ele é amparado em um metodologia inédita de gestão da inovação com uso da participação social para co-criação de projetos inovadores.

Com a utilização do PrêmioIdeia, diversas empresas e governos, têm se beneficiado obtendo soluções inovadoras para diversas áreas da organização, tais como redução de custos, melhoria da qualidade de atendimento, melhoria de procedimentos internos de setores, redução de burocracia no atendimento, criação de novos serviços ou produtos, entre outros.

Inovações do PrêmioIdeia Cidade Segura continuam a difundir: Drone vai monitorar o Centro de BH

30/06/2015

Os olhares vão se voltar para o céu na próxima terça-feira. A Polícia Militar (PM) vai passar a utilizar drones para flagrar irregularidades no Centro de Belo Horizonte. Os primeiros voos serão sobre a praça da rodoviária, Praça Sete, Praça Raul Soares e praça da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Aos domingos, o veículo aéreo não tripulado vai percorrer a Feira de Artesanato da Avenida Afonso Pena, conhecida popularmente como feira hippie. A expectativa é que os equipamentos entrem em operação dentro de 30 dias.

O projeto vai começar apenas com um equipamento. Ele vai sobrevoar as praças para identificar crimes que acontecem no Centro da capital mineira. A intenção da PM é expandir as ações com mais drones em outros pontos de BH. As informações sobre como serão realizadas as operações serão repassadas na próxima terça-feira.

Minas Gerais já viveu experiências positivas com o uso de drones. Em janeiro deste ano, a PM conseguiu prender dois traficantes de drogas que vendiam os entorpecentes em festas universitárias no Sul de Minas, principalmente em Lavras. No imóvel dos irmãos, os militares conseguiram flagrar uma plantação de maconha com o uso do veículo aéreo não tripulado. O equipamento sobrevoou o quintal da residência e filmou várias mudas do entorpecente. No imóvel também foram apreendidas drogas sintéticas.

O equipamento foi adquirido pela Prefeitura de Lavras em dezembro do ano passado depois de uma sugestão de moradores em um concurso na Internet. O drone custou R$ 8,5 mil. As primeiras ações foram realizadas em shows e no monitoramento de manifestações.

Além do drone, a PM mineira vai passar a utilizar um robô aéreo para combater crimes ambientais. Com quase dois metros de asa e 90 centímetros de corpo, o veículo pode alcançar 1,5 mil metros de altura e fazer fotos e filmagens do solo em alta resolução. O equipamento deve começar a operar ainda em agosto e o último teste de funcionalidade está previsto para as próximas semanas.

Com a ajuda do novo equipamento, a polícia pretende identificar, em menos tempo, áreas de desmatamento, incêndios e garimpos ilegais. A cada duas horas, o avião faz monitoramento de 20 hectares. Como em qualquer aeronave, o único obstáculo é o mau tempo. O veículo aéreo não tripulado faz 450 fotos a cada 15 minutos e transmite imagens em tempo real. A rota é programada por meio de coordenadas que o avião segue sem intervenção humana, mas também pode ser controlado à distância. Foram investidos R$ 180 mil na aquisição do equipamento e em treinamento de policiais pela Diretoria de Meio Ambiente e Trânsito.

A PM de Minas Gerais é uma das primeiras no país a utilizar a aeronave. Apenas São Paulo e Santa Catarina possuem projetos parecidos. O equipamento reduz tempo de voo em helicópteros, gerando economia de combustível, e pode atuar em qualquer região. Também existe a possibilidade de utilização no combate de outros crimes.

Drone versus VANT

Ambos são veículos aéreos não tripulados, mas com usos diferentes. O drone apresenta vantagens para monitoramento em área reduzida por conta da mobilidade. Mas a independência de voo e altitude alcançada são reduzidas. O VANT, por sua vez, é mais rápido e cumpre rotas maiores. Pela característica de voo, é possível comparar o drone com o helicóptero e o VANT com um avião.

Fonte: Estado de Minas

Baixe a coletânea de ideias do Desafio da Sustentabilidade

28/04/2015

O Ministério da Educação, por meio da Subsecretaria de Planejamento e Orçamento (SPO), da Secretaria de Educação Superior (SESu) e da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (SETEC), em parceria com a Universidade Federal de Lavras (UFLA), lançou em 18 de setembro de 2014 o Projeto Desafio da Sustentabilidade, por meio do Edital nº 01/2014, objetivando identificar, avaliar e selecionar propostas inovadoras para a redução de custos nas Instituições Federais de Ensino, tendo como bases a participação social, a sustentabilidade e a eficiência do gasto público.

O Projeto Desafio da Sustentabilidade foi realizado na forma de uma grande consulta pública com a utilização de uma nova técnica, que incentiva a inovação aberta, chamada crowdstorming. Derivado do brainstorm, o crowdstorming é uma técnica de geração de ideais que envolve um grande número de participantes.

O projeto foi subdividido em dois temas, denominados desafios, apresentados e divulgados pelo MEC, a saber:

  • “Como reduzir os gastos com o consumo de energia elétrica nas Instituições Federais de Ensino?” e;
  • “Como reduzir os gastos com o consumo de água nas Instituições Federais de Ensino?”

Durante três meses a sociedade pode apresentar suas ideias, bem como avaliar e aprimorar as ideias de outros participantes com comentários, “curtidas” e “não curtidas” acerca dos temas propostos. Além da ampla divulgação por meio das redes sociais, sites institucionais do governo, TV, rádio e mídias eletrônicas vinculadas a jornais de grande circulação, a participação social foi dinamizada e estimulada por meio da gamificação, isto é, uma competição entre os participantes em prol do objetivo do projeto com a previsão de premiação.

Durante aproximadamente 90 dias de consulta, foram reunidas mais de 18 mil ideias, sendo 9,6 mil sobre energia e mais de 8,6 mil referentes a água, com um total de mais de 1,6 milhão de comentários. Todas as Instituições Federais de Ensino aderiram ao desafio (63 Universidades Federais e 40 Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica), totalizando mais de 13 mil usuários participantes no Brasil e em mais outros 22 países. Tempestivamente uma equipe de moderadores realizava a análise e avaliação prévia das ideias e comentários quanto a aderência ao escopo do projeto, previsto no edital.

Após essa avaliação inicial, foram identificadas 1.428 ideias, sendo 787 de energia e 641 de água, tendo por base critérios como o custo para implementação, a sustentabilidade e a redução de gastos.

Posteriormente, o MEC instituiu uma comissão composta por técnicos do MEC, professores, pesquisadores e especialistas das Universidades Federais e Institutos Federais, com experiência nas áreas de energia, recursos hídricos e sustentabilidade, que avaliou e classificou as ideias com base em critérios técnicos de viabilidade para a implementação, que foram selecionadas e organizadas nesta coletânea.

Esta coletânea, portanto, pretende disponibilizar, aos gestores das instituições federais de ensino e de outros órgãos e instituições federais, estaduais e municipais, bem como a sociedade em geral, ideias e boas práticas para a redução de gastos com o consumo de água e energia elétrica.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR A COLETÂNEA DO DESAFIO DA SUSTENTABILIDADE.

Coletânea do Desafio da Sustentabilidade

Mais uma grande ideia implementada pelo 8º Batalhão da PMMG

21/01/2015

Veja abaixo a reportagem sobre a ideia implementada do desafio “Ideias e estratégias para incrementar a ação da PM em redes de proteção ou criação de novas redes”, promovido pelo 8º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais através do PrêmioIdeia.

A ideia enviada foi a “Patrulha de Drones com auxílio de centros de comandos” pelo autor Leomar Marques (veja a ideia no desafio).

Participe você também dos desafios no PrêmioIdeia!
app.premioideia.com

Mais uma inovação criada pela PMMG através da participação social com o PrêmioIdeia

20/01/2015

Veja abaixo a reportagem sobre a ideia implementada do desafio “Estratégias e ações para reduzir os crimes contra o patrimônio” promovido pelo 8º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais.

A ideia enviada foi a “Criação de novas redes de vizinhos protegidos” pelo autor Edson de Assis (veja a ideia no desafio)

É a tecnologia e a aplicação de conceitos modernos de administração pública para melhorar os serviços aos cidadãos!